Se vai alugar a sua casa, existem algumas questões que deve ter conta, como obter uma licença de alojamento local, abrir atividade e informar-se sobre os impostos obrigatórios que terá de pagar. Descubra neste artigo como fazer as contas para perceber qual a melhor opção para alugar a sua casa.

Abrir atividade de prestação de serviços

Um dos primeiros passos para legalizar o seu alojamento local será a abertura de atividade de prestação de serviços no portal das finanças, onde deverá posteriormente declarar os rendimentos e fazer os devidos descontos e pagamentos de impostos.

Uma vez aberta a atividade, o proprietário do alojamento já pode emitir as faturas-recibo a todos os hóspedes que ficarem hospedados em sua casa (escolhendo a opção emissão de recibos verdes eletrónicos no portal das finanças), garantindo assim o pagamento dos impostos obrigatórios.

Artigo relacionado: Como legalizar um alojamento local para Airbnb?

Assim que começar a alugar a sua casa e a emitir faturas, terá de se preocupar com dois impostos: o IVA – Imposto de Valor Acrescentado – e o IRS – Imposto sobre os Rendimentos de pessoas singulares – (ou, no caso de ser dono de uma empresa, com o IRC – Imposto sobre os Rendimentos de pessoa coletiva).

IVA

A obrigatoriedade de pagamento do IVA varia de acordo com os rendimentos brutos anuais – pode ter regime de isenção se os seus rendimentos não ultrapassarem os 10 000€ anuais, de acordo com o Artigo 53º de Isenção. Assim que ultrapassar este valor, terá que começar a pagar ao Estado 6% dos valores faturados (taxa reduzida de IVA em vigor).

No caso de ultrapassar os valores de isenção e a sua atividade estiver sujeita a IVA, deve entregar a respetiva declaração trimestralmente nas finanças (pode fazê-lo através do portal com muita facilidade):

Datas de entrega:

Janeiro a março – entregue até 15 de maio
Abril a junho – entregue até 15 de agosto
Julho a setembro – entregue até 15 de novembro
Outubro a dezembro – entregue até 15 de janeiro

IRS

No que diz respeito ao IRS na atividade de arrendamento de curta duração, 65% dos rendimentos são considerados despesas, o que significa que apenas 35% dos valores de faturação serão tributados. A taxa de IRS varia de acordo com os rendimentos mensais e está tabelada por escalões (poderá consultar esta tabela no site das finanças).
Não se esqueça que a declaração anual de rendimentos relativa ao ano anterior deve ser entregue dentro do prazo previsto por lei – entre 01 de Maio e 30 de Junho (sujeito a alteração por parte da Autoridade Tributária).

Artigo relacionado: Fazer gestão própria ou contratar empresa de Alojamento Local?

Se preferir, existem empresas, como a Feels Like Home, que oferecem serviços completos de contabilidade aos seus clientes, fazendo toda a gestão de alojamento local sem quaisquer problemas ou surpresas. Conheça os nossos serviços aqui e descubra tudo o que podemos fazer por si e pela sua casa.